Outubro 28 2009

Quem serão os participantes no meu estudo? Como serão seleccionados?

  • Como o meu projecto de dissertação consiste na implementação duma plataforma de gestão do conhecimento numa empresa da área da formação profissional, os participantes do meu estudo serão os formandos, formadores, clientes, fornecedores, administrativos e gerência que formam a comunidade que rodeia a empresa. Para além disso, tentarei efectuar entrevistas com outros administradores de sistemas, de modo a poder aferir das reais dificuldades e ferramentas que realmente funcionam e potenciam este modelo de gestão. Uma vez que a população alvo é de dimensão média, tentarei abranger o maior número possível de participantes, mais alguns entrevistados que se mostrem disponíveis para o mesmo.

Que dados necessito para o meu estudo?


  • Os dados necessários para o meu projecto de investigação serão relacionados com as funcionalidades que a população achar importantes para a referida plataforma e essa informação será cruzada com os resultados das entrevistas referidas, bem como outras informações retiradas do processo de investigação.

Como vou recolher os dados para o meu estudo? Que instrumentos preciso de adaptar/criar/validar e aplicar?


  • Os dados serão recolhidos através de questionários a desenvolver adaptados às necessidades do projecto, estudos já feitos relacionados com outras plataformas de gestão do conhecimento que comprovem ou refutem a utilização das mesmas, bem como das funcionalidades que as mesmas incorporem e as pretensas entrevistas direccionadas para obter respostas que se adeqúem e possam dar respostas à(s) minha(s) pergunta(s) de investigação.

 


Outubro 28 2009

A metodologia que me parece mais adequada para o meu projecto de investigação é a metodologias de investigação-acção, uma vez que o mesmo é um projecto real de implementação de uma plataforma de gestão de conhecimento, com especial enfoque nas redes sociais, bem como a definição das características que irão integrar a referida plataforma.

Neste projecto, é meu objectivo envolver a comunidade (formandos, formadores, clientes, fornecedores, administrativos e gerência) da empresa, onde me encontro incluído, o que facilita a interactividade com os mesmos e a correcta escolha de ferramentas e soluções adequadas aos interesses e necessidades dos participantes, tendo em atenção questões como a escalabilidade e tecnologias necessárias para que a plataforma possa continuar a crescer.


Outubro 28 2009

Podemos considerar a Gestão do Conhecimento como um modelo interdisciplinar, dentro de um determinado contexto, que visa a criação, codificação e partilha do conhecimento, potenciando os processos de aprendizagem de uma forma generalizada, bem como a inovação, com recurso a ferramentas tecnológicas a par de rotinas organizacionais.

O conhecimento é, muitas vezes, visto como o resultado das relações dos seres humanos com as comunidades e redes sociais em que os mesmos estão inseridos, normalmente através do estabelecimento de rotinas organizacionais, construindo assim um conhecimento empírico. Por outro lado, são as próprias pessoas que vão influenciar e interagir com as redes onde estão inseridas e assim modificar e acrescentar valor à própria constituição e organização das mesmas. Quanto maior for uma determinada comunidade, maior a diversidade de indivíduos, de ideias, de perspectivas e, por conseguinte, maior o conhecimento.

 

Alguns dos aspectos e possibilidades que se devem ter em consideração quando se pensa na Gestão do Conhecimento são:

  • Gerar novo conhecimento;
  • Incentivar e fomentar na comunidade a participação na construção do conhecimento;
  • Criar relações duradouras com os intervenientes nos processos de valorização;
  • Permitir o acesso a conhecimento válido de fontes externas;
  • Utilizar o conhecimento e as ferramentas acessíveis para a tomada de decisões;
  • Incorporar o conhecimento em processos, produtos e/ou serviços;
  • Representar o conhecimento em documentos, bases de dados e software;
  • Facilitar o crescimento do conhecimento através de uma cultura de partilha e de incentivos;
  • Transferir o conhecimento existente para outras partes da organização;
  • Medir e avaliar o valor dos elementos activos de conhecimento e do impacto da gestão de conhecimento.


Outubro 18 2009

Ou qualquer coisa do género...


Outubro 18 2009

Problema

A avaliação e jogabilidade de um jogo de computador é influenciada pelo local e ambiente onde os testers realizam os ensaios necessários.

 

Metodologia normalmente utilizada

Os testers são colocados em pequenos compartimentos em ambientes controlados, por webcams, comunicando e sendo vigiados por observadores, sendo posteriormente sujeitos a entrevistas e inquéritos relacionados.

 

Problemas da Metodologia

O ambiente controlado onde os participantes interagem com o jogo é condicionante da sua própria atitude, quer perante o jogo, quer em contexto de interacção, podendo alterar a postura do tester inadvertidamente por orientação do observador ou por auto-recriação. A quantidade de factores psicológicos como problemas motivacionais ou de postura, perante o sentimento de observação criam uma variável que irá influenciar a postura dos participantes, resultando em procedimentos díspares que poderão alterar o resultado da avaliação.

 

Nova Abordagem Metodológica

A tentativa de recriação e monitorização dos jogadores no seu ambiente natural, sem a presença de observadores, através de webcams que monitorizam quer as reacções, quer o discurso, quer o rosto e a sua relação com o jogo aliadas à gravação e revisão posterior dessas interacções entre o utilizador e o jogo utilizado permite perceber a espontaneidade e naturalidade das mesmas e assim compreender melhor e avaliar melhor um determinado software no contexto onde será essencialmente utilizado.

 

 

 

Bruno Alves

Nuno Ribeiro

Ricardo Pinto

Rui Dias

 


Outubro 04 2009

Este post é dinâmico pois vou alterá-lo ao longo do próximo ano e servirá como documento inicial para a definição de objectivos concretos e mensuráveis...

 

Finalidade

  • Preparar e desenvolver numa empresa de formação profissional, metodologias de utilização de recursos tecnológicos com vista a desenvolver e implementar um sistema de gestão do conhecimento que seja atractativo, dinâmico, interactivo e que consiga agregar informação de várias áreas e expansível a toda a rede de utilizadores internos e externos.

Objectivos

  • Fazer um levantamento das necessidades da empresa, dos seus projectos e dos seus objectivos a médio longo prazo e do panorama da área da Formação Profissional;
  • Fazer um levantamento do universo de colaboradores da empresa;
  • Identificar quais as categorias e ferramentas tecnológicas utilizadas nas plataformas de Gestão do Conhecimento;
  • Compreender quais as ferramentas que potenciam a criação e partilha do conhecimento;
  • Identificar as expectativas dos utilizadores no que diz respeito à utilização de ferramentas relacionadas com a Web 2.0;
  • Questionar o universo de utilizadores sobre as dificuldades sentidas na utilização de ferramentas tecnológicas na área da gestão do conhecimento;
  • Conceptualizar e desenvolver algumas ferramentas a introduzir na plataforma;
  • Perceber quais são as alterações que poderão ocorrer com a introdução duma plataforma de Gestão do Conhecimento na empresa.

 


Outubro 04 2009

Depois de uma pesquisa rápida pelo google e no que diz respeito a plataformas de gestão do conhecimento, cheguei à conclusão que não existe, aparentemente, muito software específico para efectuar a gestão do conhecimento nas organizações. Ainda assim, estes são alguns dos exemplos que descobri:

http://www.agilus.pt/

http://www.agilus.pt/

 

http://www.bsapiens.com/conteudos.asp?ID=26

http://www.bsapiens.com/

 

http://www.cotecportugal.pt/

http://www.cotecportugal.pt/

 

 http://kmol.online.pt/

http://kmol.online.pt/

 

Ficava muito agradecido se comentassem este post com links para outras plataformas ou sites relacionados.


Outubro 04 2009

Como questões iniciais do estudo efectuei a seguinte lista:

  • A utilização duma plataforma de gestão do conhecimento potencia as organizações?
  • As organizações que utilizam CMS e/ou LMS têm uma maior capacidade de gerir os seus activos?
  • As redes sociais que se criam em torno duma organização com um sistema de gestão do conhecimento, elevam-na socialmente?
  • As empresas que não têm sistemas de gestão do conhecimento estão obsoletas?
  • Os alunos que frequentam instituições de ensino que utilizam sistemas de gestão do conhecimento têm melhores resultados?

 


Outubro 04 2009

Cada vez mais as organizações necessitam de estabelecer critérios de qualidade, de valor, necessitam de prestar bons serviços e apresentar soluções de inovação para que possam ter sucesso entre os seus pares. E estes factores serão ainda mais críticos no futuro. Cada vez mais as organizações serão diferenciadas com base no conhecimento dos recursos humanos que detêm e na forma como conseguem potenciar e transformar esse mesmo conhecimento em valências da própria organização.

É o conhecimento que faz as organizações funcionarem. Torna-se necessário reconhecer o conhecimento como uma oportunidade para as organizações através duma orientada e ponderada gestão .

A ideia deste projecto passa pelo desenvolvimento e implementação dum sistema de gestão do conhecimento numa empresa da área da formação profissional que consiga potenciar o capital humano que está relacionado com a mesma, quer no que diz respeito a formadores, formandos, pessoal administrativo, clientes e fornecedores, criando assim uma rede de conhecimento útil quer para a população interna, quer externa com recurso a meios tecnológicos actuais e plataformas de gestão dessa informação, recorrendoe apoiando-se na agilização de ferramentes escaláveis às necessidades crescentes e com carácter dinâmico e interactivo.

 

 


Outubro 04 2009

Não é fácil dar um nome a um trabalho, mas neste caso e pelos motivos mais óbvios, não há-de ser muito diferente disto:

"Plataformas de Gestão do Conhecimento em contexto de Formação Profissional"

Ou então:

"Sistemas de Gestão do Conhecimento em contexto de Formação Profissional"


mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24

25
26
27
29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO